MOVIMENTO FUNK CARIOCA, CULTURA POPULAR E MERCADO: LIMITES DA CONSCIÊNCIA DE GÊNERO À EMANCIPAÇÂO DA MULHER TRABALHADORA

Cláudia Toffano Benevento, Luci Faria Pinheiro

Resumo


O funk é hoje considerado uma das maiores manifestações culturais de massa do Brasil e está diretamente relacionado aos estilos de vida e experiências da juventude oriunda de favelas, portanto ele reflete a vida cotidiana em comunidades do Rio de Janeiro. Este artigo consiste em uma análise crítica construída em torno das mulheres Mc’s (Mestre de Cerimônias) do Movimento Funk Carioca e, tem como objetivo analisar por meio do cotidiano da mulher trabalhadora as contradições da cultura popular expressas nas músicas que alimentam uma consciência da condição de dominação e suas limitadas possibilidades de superação. 


Palavras-chave


Feminismo, Funk no Rio de Janeiro, Cultura

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


CCPJQ-UESB Av. José Moreira Sobrinho, s/n - Jequiezinho CEP 45200-000 - Jequié, BA - Brasil

ISSN 2237-7891

© 2011 www.saberesemperspectiva.com.br