REFLETINDO SOBRE A DIVERSIDADE DE GÊNERO NO CAMPO DA EDUCAÇÃO

Maria Helena Santana Cruz

Resumo


Este artigo aborda a complexa questão da diversidade no campo da Educação, considerando que tal abordagem não prescinde do tema da desigualdade de gênero em suas diversas manifestações. A metodologia utilizada apoia-se em análises de fontes bibliográficas, documentais e em resultados de pesquisas de campo com diferentes dimensões teórico-metodológicas. Partiu-se do pressuposto fundamental de que as relações sociais de gênero são construídas no âmbito da vida em sociedade. A questão própria da educação relaciona-se com a produção das identidades socialmente construídas pelos indivíduos a fim de se reconhecerem uns aos outros nos diferentes campos de atuação. Em outras palavras, os agentes sociais interagem, produzem e reproduzem formas de socialização/formação segundo algumas disposições – ou seja, ações recorrentes que são incorporadas e/ou subvertidas na prática social – e nos permitem refletir sobre como a identidade se constituiu. Romper com a reprodução de modelos e crenças estruturados sobre as relações de gênero, por exemplo, permite à escola tornar-se espaço problematizador das diferenças e desigualdades, uma vez que pode lançar mão de temas transversais, possíveis de serem articulados ao currículo, vinculando-os ao cotidiano dos alunos, do qual as relações de gênero fazem parte de maneira intrínseca.

Palavras-chave


Diversidade; Gênero; Identidade; Educação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


CCPJQ-UESB Av. José Moreira Sobrinho, s/n - Jequiezinho CEP 45200-000 - Jequié, BA - Brasil

ISSN 2237-7891

© 2011 www.saberesemperspectiva.com.br